Loading...
A hora do banho 2016-12-16T10:35:44+00:00

A hora do banho

Por vezes, a hora do banho pode originar um choque cultural entre pais e filhos. Os pais querem meter as crianças na banheira, dar-lhes banho e tirá-las novamente. As crianças, por sua vez, muitas vezes não querem entrar na banheira e, uma vez lá dentro, não querem sair. Estas criativas estratégias pedagógicas para a hora do banho ajudá-la-ão a converter as brigas em risos e farão com que o seu filho se lave sozinho.

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE A HORA DO BANHO

Reveja estes conselhos higiénicos com o seu filho. Algumas noções básicas sobre a hora do banho… para as crianças:

– Utiliza sabonete e champô.

– Passa bem por água para remover todo o sabonete do corpo.

– Fecha os olhos e a boca quando lavares o cabelo.

– Permanece sentado na banheira. Não te levantes nem saltes pois poderás cair.

– Limpa-te bem com a toalha.

• …para os pais:

– A temperatura da água quente não deve exceder os 37º.

– Abra você mesma a torneira da água quente para evitar acidentes. Não deixe as crianças tocarem na torneira.

– Antes do seu filho entrar para a banheira, verifique a temperatura da água tocando-lhe com o interior do pulso ou com o cotovelo ou medindo-a com um termómetro de casa de banho.

– Ensine o seu filho a lavar, a passar por água e a limpar todas as partes do corpo.

– Como medida de segurança, não saia da casa de banho enquanto o seu filho estiver dentro da banheira.

– Certifique-se de que não existem aparelhos elétricos nas proximidades da banheira.

O QUE PENSAM AS CRIANÇAS

Pergunta-se porque é que o seu filho não gosta de tomar banho? Compreender o que as crianças pensam pode ajudá-la no sentido da hora do banho ser mais fácil para todos.

• Lembre-se de que, para as crianças, tomar banho não é tão importante como para os pais.

Para as crianças, estarem limpas não é tão importante como o é para si. Talvez o seu filho pense: “Porque é que te preocupa tanto que eu tome banho? Amanhã tomo!”

• Tenha em conta que o seu filho pode gostar de brincar na banheira; isso não significa que goste de tomar banho.

Normalmente, as crianças adoram brincar na banheira durante todo o tempo e da forma que lhes apetece. Por conseguinte, é possível que o seu filho pense: “Porque é que não posso continuar a brincar? Tenho mesmo que lavar o cabelo e ensaboar o corpo? Porquê?”

• Lembre-se da sensação que tinha ao tomar banho quando era criança.

Às vezes, as crianças não querem tomar banho porque se torna desagradável. Algumas têm a cara e os olhos especialmente sensíveis, outras são muito sensíveis à temperatura da água ou à aspereza das toalhas. Talvez o seu filho pense: “Não quero lavar o cabelo porque me ardem os olhos e a água está muito quente!” Acontecia-lhe o mesmo quando era criança? Lembra-se da sensação que tinha sempre que o sabonete entrava para os olhos?

• Pense que algumas crianças têm medo de mergulhar a cabeça debaixo de água.

Algumas crianças têm um medo terrível de molhar a cabeça, o que pode ser frustrante para os pais quando estão cansados. É possível que o seu filho pense: “Se molhar a cabeça, não conseguirei respirar.” “Uma única experiência em que a criança não tenha conseguido respirar momentaneamente porque lhe entrou água na traqueia pode provocar um trauma duradouro,” explica o Dr. Lawrence Cohen, especialista em pedagogia da Kandoo. “Embora os receios relacionados com o facto de tomar banho possam persistir durante algum tempo, também podem ser vencidos,” assegura o Dr. Cohen.

• A recusa em tomar banho pode significar que o seu filho quer a sua ajuda.

Por vezes, as crianças que aprenderam a tomar banho sozinhas ainda oferecem resistência porque querem que esteja ao seu lado, apesar de já não precisarem da sua ajuda. Talvez o seu filho pense: “Tenho saudades dos momentos em que brincávamos na banheira, por isso não penso tomar banho!”.

CONSELHOS ÚTEIS

Graças a estas estratégias, a hora do banho será um prazer e o seu filho aprenderá a tomar banho sem a sua ajuda.

• Transforme a hora do banho num ritual para antes de deitar.

Para evitar brigas, dê banho ao seu filho todos os dias à mesma hora, à hora que você determinar. Não lhe pergunte se quer tomar banho, a menos que realmente queira saber a sua opinião. Caso contrário, provocará uma luta de poder entre você e o seu filho. Tomar um banho antes de deitar ajuda a maioria das crianças a relaxarem.

• Dê uma corrida com o seu filho até à casa de banho.

Se o seu filho não quiser tomar banho, corra atrás dele pela casa algumas vezes. Ou dê uma corrida com ele até à porta da casa de banho. Estas atividades podem acabar em risos, em vez de brigas.

• Ensine o seu filho a lavar o cabelo e todo o corpo.

Apesar de já ter dado banho ao seu filho centenas de vezes, talvez nunca o tenha ensinado a lavar-se. Mostre-lhe como se deve passar bem por água (o cabelo e o corpo) e explique-lhe porque é que é importante. Para rever os passos a seguir, pode dizer ao seu filho para lavar um brinquedo, uma boneca ou um animal de plástico. Enquanto a criança lava o brinquedo, insista nos passos mais importantes, como molhar o cabelo antes de aplicar o champô.

• Deixe que o seu filho se encarregue da esponja dentro da banheira.

De uma forma positiva e dinâmica, esta simples ação fará com que o seu filho se sinta responsável. (Você supervisiona mas é o seu filho quem se lava.) Este método estimulará o seu filho a começar a tomar banho sem a sua ajuda e, inclusive, evitará protestos. Ao motivar o seu filho a tomar banho sozinho também o ajudará a vencer os seus medos.

• Mesmo que o seu filho comece a ser independente, não o deixe sozinho.

Mesmo que o seu filho comece a despachar-se sozinho, ainda precisa de si para lhe oferecer segurança e inspecionar o trabalho. (assegure-se de que molha o cabelo antes de aplicar o champô!) Manter-se próxima do seu filho é uma boa forma de lhe demonstrar que apoia os progressos que está a fazer. Durante muito tempo depois das crianças já serem capazes de tomar banho sozinhas, ainda gostam (e, frequentemente, precisam) da sua companhia.

• Seja paciente e mantenham-se unidos.

Se o seu filho se assusta com a banheira, reserve algum tempo para estar com ele e para brincar antes de pegar no sabonete. Não queira acabar o mais rapidamente possível porque só provocará uma briga. Na verdade, apressar o seu filho pode prolongar ainda mais a hora do banho devido à zanga que causará. Se o seu filho estiver assustado, dê-lhe a oportunidade de dizer “Preparados, a postos, já” antes de começar a dar-lhe banho.

• Esporadicamente, dê banho ao seu filho pelo simples prazer.

Se notar que o seu filho (e você) tem pavor da hora do banho, tente dar-lhe banho uma vez por outra simplesmente para se divertirem. Deixe o seu filho ditar as regras, como por exemplo: “Nada de sabonete”, “Nada de champô,” “Nenhum limite de tempo”, ou até mesmo, “Vamos molhar o papá”. Algumas experiências agradáveis podem ajudar uma criança assustada a esquecer todas as suas apreensões. Um banho divertido também é perfeito para que a criança pratique as suas capacidades para tomar banho com a sua boneca ou brinquedo preferidos.